Anúncios Google



Últimas Notícias

Nova Agência do Trabalhador é inaugurada como a primeira do Paraná em ofertas de emprego



Classificada em primeiro lugar no Paraná em número de empregos ofertados no primeiro semestre deste ano, a Agência do Trabalhador, em Maringá, passou a atender a população em novo endereço a partir desta segunda-feira, 31.
Pontualmente no horário de abertura ao público, às oito horas da manhã, o prefeito Ulisses Maia; o vice-prefeito Edson Scabora; o secretário de Inovação e Desenvolvimento Econômico, Francisco Favoto; secretários municipais, vereadores e representantes de sindicatos e entidades ligados aos trabalhadores de Maringá e região realizaram a entrega oficial da nova sede da agência, que passa a funcionar na avenida João Paulino Vieira Filho, 917, na região do Novo Centro.
“Esta nova sede é aberta já oferecendo 120 vagas de emprego para os trabalhadores. Ela é, além de tudo, um símbolo da nossa administração, que preza, prioritariamente, pelo atendimento social. São as pessoas que devem ser valorizadas e, neste caso, os trabalhadores deixam de frequentar um prédio insalubre no antigo endereço da agência e passam a ser atendidos em um local mais amplo, com ambiente agradável, confortável e que terá um valor de aluguel bem menor que o espaço anterior”, destacou o prefeito.
A nova sede está instalada em imóvel de primeira locação, com área de 840 metros quadrados, acessibilidade com elevador privativo para pessoas portadoras de deficiência e em ambiente climatizado. Além do espaço oferecer mais conforto para usuários e servidores, o valor da locação vai gerar uma economia mensal de R$ 6,3 mil para a Prefeitura de Maringá.

Economia de aluguel
A Agência do Trabalhador funciona há 20 anos na cidade por meio de convênio entre o Sistema Nacional de Emprego (Sine) - do Ministério do Trabalho - e a Prefeitura de Maringá, que responde pelo pagamento do aluguel. O atendimento médio da agência chega a 700 pessoas por dia.
“Com a mudança, o valor mensal de R$ 20,8 mil pagos pela antiga área na Rua Joubert de Carvalho é substituído para um aluguel de R$ 14,5 mil mensais por um espaço maior e mais confortável. A economia anual para o município será de R$ 75,6 mil”, explicou o secretário de Inovação e Desenvolvimento Econômico (Seide), Francisco Favoto.
“O fundamental disso tudo é a qualidade de atendimento que já está sendo prestado pelos servidores às pessoas que chegam até aqui fragilizadas por conta do desemprego. Queremos parabenizar a administração municipal pelo princípio de servir e atender melhor a população. Está sendo assim em todas as inaugurações que já participamos neste ano”, assinalou o vereador Carlos Mariucci que, no ato, representou a Câmara Municipal de Maringá. Também compareceram à cerimônia de entrega os vereadores Sidnei Telles, William Gentil e Alex Chaves.
“Um dos diferenciais da agência de Maringá que devem ser aprimorados a partir de agora é o tempo de espera para emissão da carteira de Trabalho. Em relação às demais e da antiga sede, o tempo de espera que era de até 180 dias agora não passará de 10 a 15 dias”, assegurou o presidente da Confederação Sindical dos Trabalhadores de Maringá e região, Jorge Moraes.
Para a diretora da Agência do Trabalhador de Maringá, Clarice Sobczack Chimirre, “o atendimento de qualidade à população será uma das prerrogativas essenciais no trabalho que já está sendo desenvolvido pelos servidores”.

Esperança elevada
Enquanto acontecia a cerimônia oficial de entrega, dentro da agência servidores já atuavam nos guichês de atendimento. “Com essas novas instalações, em ambiente confortável e arejado, até nosso trabalho rende mais e se torna mais agradável”, comemorou o auxiliar administrativo Tiago Rafael.
Nas poltronas do setor de espera a desempregada Sirlei Francelino demonstrava sua satisfação pela acolhida. “Isso representa um sinal de respeito e preocupação das autoridades com o trabalhador que está em busca de um emprego. Espero que a partir de hoje seja um tempo de ′casa nova e vida nova′ para mim e todos os desempregados que estão aqui”, disse Sirlei, que busca um emprego de doméstica. Ao lado dela, o ensacador Arlindo de Pinho disse que veio do município de Floresta em busca de um emprego em Maringá. “Parece que em um lugar bonito e agradável assim até nossa esperança aumenta e se renova. As oportunidades de emprego aqui são maiores e espero um dia vir trabalhar em Maringá”, afirmou.

Nenhum comentário