Anúncios Google



Últimas Notícias

PREFEITO ILUSIONISTA USA OBRIGAÇÃO CONTRATUAL DO PROGRAMA PAC 2 COMO SUA CONQUISTA.


Os recursos para o projeto de mobilidade urbana com ônibus "Bus Rapid Transit" conhecidos como BRT e terminal intermodal de Maringá (PR) são de 2013 e não uma conquista atual.

O corredor de ônibus de Maringá “metronizado” projetou inicialmente custos R$ 18 milhões ao governo federal, em março de 2013, o Ministério das Cidades teria aprovado a destinação de R$ 63,1 milhões para a construção do novo Terminal Intermodal e obras de corredores do transporte coletivo nas avenidas Morangueira, Herval e Kakogawa por meio do "PAC 2 Mobilidade Médias Cidades". em 2016 a Caixa Econômica Federal aprovou 69 milhões para as obras.

Os novos ônibus BRT
O corredor previa a instalação do ônibus “metronizado” articulados modernos com (Wi-Fi e vários acessórios) monitoramentos dos veículos através de equipamentos como os GPSs. Os passageiros saberia exatamente o tempo que terão que esperar até que um outro veículo chegue ao ponto de ônibus. "O sistema ainda não foi totalmente implantado."

Dificultando a agilidade dos passageiros
O corredor de ônibus deveria ter alguns privilégios no trânsito, como a ausência de semáforo, em grande parte do trajeto, porém a atual administração colocou vário semáforos e pontos de ônibus na avenida morangueira dificultando a agilidade dos passageiros e transformando os BRTs em coletivos normais.

Melhorias:
O projeto previa o pagamento antecipado e embarque em terreno nivelado, espaço físico próximo ao corredor e ainda receberia tratamento urbanístico como revitalização de passeios, implantação de ciclovias e readequação paisagística. 

As obras foram iniciadas no segundo semestre de 2016. "O contrato previa a entrega em 18 meses, mas até agora as obras não foram concluídas." de quem é a culpa culpa?

O que aconteceu com os 69 milhões aprovados pela Caixa Econômica Federal? Existe alguém do PAC monitorando as obras?

Porque os ônibus não tem GPS e não são biarticulados?

Conclusão
Até agora só vimos uma parte dos vários ônibus que deveriam fazer parte do projeto, sem GPS E obras inacabadas, Porém em meio ao aumento nas passagens o prefeito apresentou os novos ônibus.

"Seria uma camuflagem no aumento das passagens?"

Opinião: Existe mais mídia do que eficiência na conclusão do projeto. É muita propaganda para tão pouca benfeitoria.

"Tudo parece fluir com mágica na cidade iludida pelo encantamento populista do atual prefeito de Maringá."


"TUDO NÃO PASSOU DE FUMAÇA PARA AUTORIZAR O REAJUSTE EM 2018"


Nenhum comentário