Anúncios Google



Últimas Notícias

Deltan Dallagnol discorada da decisão do ministro Fux em suspender a investigação de Queiroz

Deltan Dallagnol coordenar a força-tarefa da Operação Lava Jato que investiga crimes de corrupção, postou no Twitter, que não concorda com o Ministro Fux. O Ministro do STF suspendeu a investigação sobre Queiroz, ex-assessor de Flávio Bolsonaro.

A pedido de Flávio Bolsonaro que alegou foro privilegiado, o ministro Luiz Fux determinou a suspensão da investigação que apura movimentações financeiras de Fabrício Queiroz, ex-assessor de Flávio, consideradas atípicas pelo Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf). A decisão vale até que o ministro Marco Aurélio, também do STF, analise o caso após a volta do recesso, em fevereiro.

“Com todo o respeito ao Min. Fux, não há como concordar com a decisão, que contraria o precedente do próprio STF. Tratando-se de fato prévio ao mandato, não há foro privilegiado perante o STF. É de se esperar que o Min. Marco Aurélio reverta a liminar”, escreveu Deltan em seu perfil no Twitter.
A atitude de Flávio Bolsonaro criou polêmica nas redes sociais:

Nenhum comentário