Anúncios Google



Últimas Notícias

Coordenador da Defesa Civil de Maringá, critica a CNBB o padre Fábio de Melo, por suposta falta de apoio a Brumadinho


Adilson Costa, disse em comentários no facebook, que a CNBB supostamente não se manifestou, sobre a tragédia de Brumadinho.

coordenador da Defesa Civil de Maringá, Adilson Costa, fez comentário criticando o padre Fábio de Melo e a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) por suposta falta de manifestação de apoio às vítimas do estouro da barragem em Brumadinho. "Uma pergunta ao Padre... onde está a CNBB que até agora não se manifestou? Algum problema? Pois comentar no face qualquer um faz.." disse Adilson Costa.



coordenador da Defesa Civil de Maringá, está equivocado ou, não tem acompanhado as no tícias. A CNBB emitiu 'sim' uma nota oficial sobre a tragédia em Brumadinho no dia 26 de janeiro, menos de 24 horas apos o desastre.
"A presidência da Conferência Nacional dos Bispos de janeiro do Brasil (CNBB) emitiu Nota de Solidariedade na tarde deste sábado, 26 de janeiro, a respeito do fato ocorrido ontem, sexta-feira, quando houve o  rompimento da barragem Mina Córrego do Feijão, em Brumadinho(MG).
Na nota, os bispos destacam que aquela tragédia recente e semelhante quando houve rompimento de outra barragem em Mariana (MG) ensinou muito pouco.
Em nome do episcopado brasileiro, os bispos da presidência se unem aos familiares das vítimas e às comunidades para pedir: “As famílias e as comunidades esperam da parte do Executivo rigor na fiscalização, do Legislativo, responsabilidade ética de rever o projeto do Código de Mineração, e do Judiciário, agilidade e justiça“.
A presidência manifesta estar unida também com toda a família arquidiocesana de Belo Horizonte e reforça o pedido do arcebispo, dom Walmor Oliveira: “É urgência minimizar a dor dos atingidos por mais esse desastre ambiental, sem se esquecer de acompanhar, de perto, a atuação das autoridades, na apuração dos responsáveis por mais um triste e lamentável episódio, chaga aberta no coração de Minas Gerais”.
No final da Nota de Solidariedade, a Presidência da CNBB “oferece orações ao Senhor da Vida em favor das famílias, das comunidades da Arquidiocese de Belo Horizonte, atingidas pelo rompimento da barragem da mineradora Vale. Convidamos cada pessoa cristã a se associar aos irmãos e irmãs que sofrem com a perda de seus entes queridos e de seus bens“. Fonte: www.cnbb.org.br

Centenas de pessoas foram vítimas da tragédia, muitos corpos ficarão enterrados para sempre, muitas famílias foram afetadas, estamos em um momento de união e solidariedade em prol do povo que sofre em Minas Gerais, não devemos criar discórdia em um momento tão delicado como este.
Adilson Costa, uma coisa eu concordo com você, "comentar no face qualquer um faz".





Facebook:



Dica do dia 
Servidores e CCs, de Maringá, vamos trabalhar. Ficar no Facebook falando mal dos outros para valorizar o nada que estão fazendo, jogar culpa nos outros já deu... cansou... aproveitem que hoje a dica é grátis.


Nenhum comentário