Últimas Notícias

CPI irá investigar possíveis pagamentos errados do vale-alimentação dos servidores de Paiçandu

Foto: CMP

A Câmara de Paiçandu instaurou nesta terça feira (12), uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) pra investigar possíveis pagamentos errados do vale-alimentação dos servidores. O problema supostamente vem ocorrendo desde o ano passado. Três vereadores farão parte da comissão que vai averiguar suspeitas de depósitos irregulares no vale-alimentação dos servidores públicos municipais. Segundo informações, tem servidores que viram depósitos de quase R$ 3 mil reais no cartão vale-alimentação, entretanto o valor do vale é de apenas R$ 200,00 reais.

A CPI foi aberta depois de explicações terem sido cobradas da Prefeitura de Paiçandu por meio de dois requerimentos parlamentares. As respostas do Executivo não esclareceram as suspeitas de que, ao invés dos R$ 200 cabíveis, teriam sido depositados valores de até R$ 3 mil no vale-alimentação dos funcionários. Os vereadores aprovaram a investigação por unanimidade.

Os três vereadores membros da CPI são: Adenísio José da Silva (Adenísio Benção - PMN), Edson Alves dos Santos (Edson Chorãozinho - PHS) e Wesley Rodrigo Rossi (PT).

Os membros da CPI têm o prazo de 90 dias para realizar a investigação e apresentar o relatório final. Documentos, prints eletrônicos e extratos podem ser solicitados ao Executivo, à empresa que gerencia o vale-alimentação (VS Card Administradora de Cartões) e aos servidores municipais que perceberam depósitos suspeitos. Depoimentos também dever ser colhidos a fim de apurar as suspeições.

“Não temos, por enquanto, informação de que os servidores tenham utilizado o valor depositado errado. Pelo contrário, alguns deles me procuraram, como também procuraram outros vereadores, para relatar essas movimentações que não são normais. Então, nós vamos trabalhar para apurar se houve irregularidade. E, se houve, por quem ela foi cometida e, principalmente, se alguém se beneficiou com ela”, disse o vereador e membro da Comissão, Edson Chorãozinho.

Nenhum comentário