google.com, pub-9260219201570232, DIRECT, f08c47fec0942fa0 Crianças, bebedeira, falta de segurança e músicas de funk com letras de sexo é o retrato do pré-Carnaval não autorizado em Maringá - Jota Silva Destaques

Últimas Notícias

Crianças, bebedeira, falta de segurança e músicas de funk com letras de sexo é o retrato do pré-Carnaval não autorizado em Maringá

Crianças (meninas de aproximadamente 11 e 12 anos) foram vistas em meio a falta de segurança, bebedeira e músicas de funk com letras de sexo, neste domingo, 24, no pré-Carnaval não autorizado em Maringá. Os foliões se concentraram  no estacionamento do estádio regional Willie Davids.  

Falta de Segurança
Uma moça de 17 anos, acabou sendo espancada no final da festa, ficou inconsciente e foi socorrida pelo SAMU. Segundo informações, alguns foliões teriam enfrentado a PM e o Bombeiro.

A fala do prefeito
"Mais cedo, na reunião extraordinária realizada pela prefeitura onde foi determinado o cancelamento do pré-Carnaval, o prefeito Ulisses Maia, disse que a PM não estava dando conta e a culpa da bebedeira era também por falta de educação vinda dos pais"


Imagens de domingo:


No sábado:
A prefeitura disponibilizou ambulâncias para ficarem de plantão no local, porém a quantidade de pessoas embriagadas era muito grande, afirmou Maurício Lemos, gerente do SAMU. O volume de chamadas foi alto, o SAMU recebeu mais de 100 ligações, o espaço para atendimento médico ficou super congestionado. Várias pessoas passaram mal no local da festa e nos arredores. 
Imagens de sábado:


Choque de realidade:


Enquete:

Nenhum comentário