Últimas Notícias

PM recebe do Detran 252 aparelhos para fiscalizar uso de álcool

O governador Carlos Massa Ratinho Junior entregou nesta sexta-feira (22), em Londrina, no Norte do Estado, 252 etilômetros para fiscalização de motoristas e prevenção de acidentes relacionados à combinação de álcool e direção. Os equipamentos foram adquiridos pelo Detran-PR e entregues à Polícia Militar, para uso em todo o Estado.
A Polícia Militar da região de Londrina recebeu 52 etilômetros. Os conjuntos contêm uma mini-impressora, 1.100 bicos descartáveis e 125 bobinas de papel. Estima-se que esse material deve ser suficiente para um ano de trabalho. Cada conjunto teve um custo de R$ 13 mil, um investimento total de R$ 3,4 milhões. Eles foram adquiridos com recursos do DPVAT, fruto de convênio entre o Detran e a Seguradora Líder.
ACIDENTES — A combinação de bebida alcoólica e direção é uma das principais causas de acidentes de trânsito. Só em 2018, foram emitidas mais de 11 mil multas referentes ao uso de álcool ou substância entorpecente ao volante. Para o diretor-geral do Detran, Cesar Kogut, fiscalização e conscientização dos motoristas são as maneiras mais eficazes para prevenir essas ocorrências. “Os equipamentos são entregues em um período oportuno, às vésperas do Carnaval, e vão possibilitar uma boa fiscalização por parte da Polícia Militar”, disse.
VIDA NO TRÂNSITO – No Paraná, o programa Vida no Trânsito faz um trabalho integrado para evitar o número de acidentes e fortalecer as políticas de prevenção de lesões e mortes no trânsito. Presente em 12 municípios, o Vida no Trânsito é executado pela Secretaria de Estado da Saúde, em parceria com o Detran. Seus principais pilares para a redução do número de acidentes fatais são a educação, fiscalização e engenharia.
O programa foi criado a partir de uma resolução da Organização das Nações Unidas, que instituiu a Década de Ação de Segurança no Trânsito 2011-2020, para diminuir o número de óbitos decorridos de acidentes de trânsito nos dez países com os maiores índices, incluindo o Brasil.


Nenhum comentário