Últimas Notícias

Tecpar firma parceria com a Renault para desenvolvimento de novos carros elétricos

Como parte da estratégia de estar alinhado às últimas tendências nacionais e internacionais na área de tecnologia e inovação, o Instituto de Tecnologia do Paraná (Tecpar) firmou parceria com a Renault para disponibilizar ao instituto a plataforma do Twizy, veículo elétrico produzido pela montadora. Com a plataforma e os dados abertos do protótipo disponibilizado pela montadora, pesquisadores do instituto podem desenvolver novos estudos para criarem novos veículos elétricos.
A ação está alinhada ao anúncio feito pelo governador Carlos Massa Ratinho Junior do projeto de lei que propõe zerar a alíquota de IPVA de veículos elétricos, que hoje é de 3,5%, e tornar o Paraná o primeiro estado brasileiro a conceder incentivo fiscal para estimular a produção e o uso de carros elétricos.
A diretora de Inclusão & Mobilidade Sustentável da Renault, Silvia Barcik, explica que a montadora desenvolveu o veículo no conceito Plataforma Open Mind, quando todos os dados técnicos do veículo estão disponíveis – no caso do Twizy, para que a sociedade possa estudar soluções locais para a mobilidade.
“A plataforma está disponível ao Tecpar para que os pesquisadores do instituto possam, dentro da área de atuação da empresa, desenvolver novos veículos a partir dos dados técnicos do veículo”, destaca.
O diretor-presidente do Tecpar, Fabio Cammarota, explica que a ideia é o instituto é apoiar o Governo do Estado na missão de transformar o Paraná no estado mais inovador do Brasil. “Dentro da nossa área de atuação, e em especial na área de energia inteligentes e agrotech, queremos ser o braço do Governo do Estado para participar de projetos inovadores”, afirma.
CADEIA PRODUTIVA - Pioneiro na área de veículos elétricos, o Paraná já tem uma eletrovia, que é mantida pela Companhia Paranaense de Energia (Copel) e que é inovadora por ser a maior do país. São oito eletropostos na BR-277, ligando Paranaguá, no Litoral, a Foz do Iguaçu, no Oeste do Estado.
O diretor de Indústria e Inovação do Tecpar, Rafael Rodrigues, ressalta que, além de incluir os colaboradores do instituto em um ambiente de imersão tecnológica, a intenção de manter, por 15 dias, a plataforma do Twizy no Tecpar é avaliar como a empresa pode participar, direta ou indiretamente, na cadeia produtiva dos veículos elétricos.
Uma das possibilidades é que o Tecpar desenvolva programas de certificações dos eletropostos e de baterias dos veículos, segundo Rodrigues. “A plataforma de desenvolvimento disponibilizada pela Renault serve como ignitor de pesquisas e faz com que nossos colaboradores possam estar imersos no ambiente de desenvolvimento e inovação na cadeia de veículos elétricos”, salienta o diretor de Indústria e Inovação do Tecpar.

Nenhum comentário